Prototipagem Rápida recorre a variados processos de produção, seja por processos de subtração, como a maquinação CNC, ou aditivos como a impressão 3D, a Estereolitografia (SLA) e a Sinterização Laser (SLS), para produzir protótipos únicos e funcionais, ou ”masters” a partir dos quais são produzidos moldes de silicone, que permitem a produção de pequenas séries (até 25 peças).

Com a Prototipagem Rápida é possível recorrer a diferentes técnicas para realizar protótipos funcionais de alta-resolução e elevado desempenho mecânico, que permitem uma avaliação e/ou validação do design, geometria e engenharia, em fases intermédias do desenvolvimento de produto. Deste modo, é possível evitar custos desnecessários em fases posteriores do processo como, por exemplo, após a produção de moldes.